Samsung segue Xiaomi e lança RAM virtual em celular Galaxy

Samsung começou a liberar a função de RAM virtual aos seus celulares. Conhecido como “RAM Plus”, o recurso expande a quantidade de memória do smartphone com o auxílio do armazenamento, assim como é realizado pela Xiaomi, para dar uma força no desempenho. Por ora, a novidade está disponível apenas no Samsung Galaxy A52s 5G.

O recurso deu as caras em um update disponibilizado ao Galaxy A52s 5G na Índia. De acordo com as notas de atualização, o firmware de versão “A528BXXU1AUH9” oferece um recurso identificado apenas como RAM Plus. O celular ainda recebeu as correções de segurança de 1º de agosto de 2021 e melhorias na câmera.

As demais informações sobre a função estão disponíveis nas configurações do sistema. Ao acessar a opção “Memória” em “Assistência do aparelho”, a página diz o seguinte: “RAM Plus (memória virtual): 4 GB”. A descrição, segundo uma imagem publicada por Naman Dwivedi no Twitter nesta sexta-feira (10), também fala sobre RAM virtual:

“Seu armazenamento interno pode ser usado como memória virtual para melhorar o desempenho de aplicativos”.

RAM Plus expande memória com armazenamento do celular (Imagem: Reprodução/Naman Dwivedi/Twitter)

Vale lembrar que a Samsung até chegou a mencionar o RAM Plus durante o anúncio do Galaxy A52s 5G no Reino Unido, em meados de agosto. Entretanto, a fabricante falou apenas em “expansão de memória otimizada”. A breve menção, por outro lado, levou alguns consumidores a especularem sobre a RAM virtual no fórum da marca.

“Execute seus aplicativos com mais rapidez e eficiência com a expansão de memória otimizada”, afirmou a companhia durante o anúncio do Galaxy A52s 5G no Reino Unido.

Notas de atualização do Samsung Galaxy A52s 5G (Imagem: Reprodução/SamMobile)

Celulares da Xiaomi, Oppo e Vivo têm RAM virtual

A RAM virtual é uma tecnologia que já marca presença em computadores há bastante tempo. A solução pega um pouco do armazenamento “emprestado” para expandir a memória do dispositivo. Dessa forma, um celular com 6 GB de RAM pode acumular 8 GB de RAM, por exemplo, caso o sistema destine 2 GB do espaço para a função.

Além da Samsung, outras fabricantes oferecem o recurso em seus smartphones. É o caso da Xiaomi que, em meados de agosto, levou a solução de memória virtual a trinta telefones, como o Mi 11, Redmi Note 10 Pro 5G e Poco X3 GT. A função ainda marca presença em celulares da Oppo e Vivo.

Não há previsão de lançamento da função em outros celulares Samsung Galaxy.

Com informações: Naman Dwivedi (Twitter), SamMobile e Samsung (1 e 2)

Notícias Relacionadas