Após defender veto de Bolsonaro, Damares diz que governo distribuirá absorventes

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) disse que o governo federal apresentará um programa de distribuição de absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade nos próximos dias. Declaração foi feita na última segunda-feira, 11, em publicação no Instagram e marca mudança de postura da ministra que saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que vetou à distribuição do item.

Damares postou uma foto com o deputado Roberto de Lucena (Podemos-SP), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos e da Justiça Social, e disse ter garantido ao parlamentar a criação do programa. “Garanti ao parlamentar que nos próximos dias vamos anunciar o Programa do Governo Federal para distribuição de absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade. Programa que já estava sendo discutido há meses dentro do Governo”, escreveu.

Na semana passada, a ministra disse que o governo já estava apresentando esse programa e que ele “não foi entregue por causa da pandemia” e em seguida ironizou afirmando que “hoje a gente tem que decidir: a prioridade é a vacina ou o absorvente”. O veto do Executivo ao projeto gerou reação da oposição e enxurrada de críticas ao governo.

No fim de semana, Bolsonaro ameaçou tirar dinheiro da Saúde e da Educação para custear a distribuição de absorventes caso o Congresso Nacional derrube o veto por ele indicado. “Se o Congresso derrubar o veto do absorvente, vou tirar dinheiro da saúde e da educação. Tem que tirar de algum lugar”, disse.

O presidente justificou ainda que, caso não vetasse a proposta, estaria cometendo crime de responsabilidade e que, com isso, correria risco de sofrer processo de impeachment.

Com informações do Opovo

Notícias Relacionadas