Câmara dos Vereadores derruba projeto e Juazeiro do Norte fica fora do Aterro

A desaprovação do projeto sobre a política de resíduos sólidos de Juazeiro do Norte, pela Câmara de Vereadores, deve causar prejuízos de aproximadamente R$ 20 milhões ao Município. A avaliação é da Autarquia do Meio Ambiente (Amaju), que começa a cotar a implantação de um Aterro Sanitário próprio.

A desaprovação, por parte da Câmara, tirou Juazeiro do Consórcio para a Construção de Aterro Sanitário do Cariri (Comares), inviabilizando a inclusão do Município na política nacional e estadual de resíduos sólidos. Outro projeto desaprovado foi o que versava sobre o número de vagas no estacionamento da Arena Romeirão.

Com isso, o Município fica impedido de emitir, entre outros, documentos como o Habits e Alvará, inviabilizando a continuação da obra.

O presidente da Câmara, Darlan Lobo, disse que o resultado foi político.

Com informações do CN7

Notícias Relacionadas