Cid esquece derrota das emendas e agora tenta impedir a existência de oposição no Ceará

Recém-derrotado na disputa pelo controle das emendas de bancada, o senador Cid Gomes (PDT) tenta agora impedir a existência de oposição no estado do Ceará. Em encontro do PDT em Russas, no interior do Ceará, realizado neste sábado (20), o parlamentar disse que o novo partido, União Brasil (UB), nascido de uma fusão do DEM com o PSL, deve ficar sob controle dos Ferreira Gomes no Estado.

Durante o discurso, Cid Gomes reforçou a continuidade das alianças do PDT com o PT, o PP do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e até mesmo com o PL, que terá como novo filiado o Presidente da República, Jair Bolsonaro. O intuito do senador é “tomar” os partidos para tentar impedir a candidatura do deputado federal, Capitão Wagner (PROS), ao Governo do Estado. “Aqui no Ceará, a maior parte dos partidos, estão conosco”, afirmou.

Ainda durante o encontro, o senador Cid Gomes posou para foto ao lado dos possíveis candidatos homens do PDT ao Governo do Estado. Porém, a vice-governadora, Izolda Cela (PDT) não esteve presente.

Com informações do CN7

Notícias Relacionadas