Vigilante é preso após tentar tomar arma de colega de trabalho e ameaçar matar em ex-mulher em Mauriti

O vigilante Francisco Ivan dos Santos, de 41 anos foi preso no início da noite deste domingo (21) suspeito de violência domestica e ameaçar, em Mauriti. A prisão ocorreu após a ex-esposa dele, uma agricultora de 41 anos denunciá-lo a Policia Militar por agressão a mesma.

De acordo com a PM, a mulher informou que estava de serviço como fiscal durante a aplicação das provas do Enem na Escola de Ensino Fundamental e Médio Adauto Leite, localizada na Avenida Sinval Lacerda, no centro de Mauriti quando o ex-marido, o qual trabalha no referido estabelecimento de ensino como vigilante patrimonial armado pela empresa Servnac segurança patrimonial, o qual não aceita o fim do relacionamento, ao lhe avistar, tentou retirar a arma do colega de trabalho dele, dizendo que iria matá-la.

A mulher acrescentou que, o feminicídio não se consumou graças a ação do outro vigilante e de alguns populares, momento em que ela aproveitou para fugir correndo e pedir ajuda no destacamento policial. Uma patrulha militar compareceu ao local onde a versão da agricultora foi confirmada pelo vigilante colega de trabalho do suspeito que também afirmou aos policiais que após o ocorrido, Francisco Ivan havia se evadido do local.

Diante das informações, o policiamento fez diligências, vindo a localizar o homem próximo à residência dele na Rua Adauto Leite, no centro de Mauriti. Foi dada busca pessoal nele, mas nada foi encontrado. Francisco Ivan foi conduzido para delegacia Regional em Brejo Santo para as medidas cabíveis.

Informações do site Caririceara

Notícias Relacionadas