Sarto informa que 1.300 profissionais da Saúde foram afastados em Fortaleza

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), informou nesta quarta-feira (12) que 1.300 servidores da saúde, entre médicos, enfermeiros e outros trabalhadores da área, foram afastados das funções após terem testado positivo para Covid-19.

“Nós estamos tendo uma defasagem dos profissionais de saúde. Só a nossa força de trabalho usada em hospitais foram 700 profissionais, já a nossa força de trabalho usada na atenção básica foram 600 profissionais que deixaram de ir trabalhar porque estão acometidos de Covid-19”, disse.

O prefeito de Fortaleza alertou também para o aumento que da demanda que deve ocorrer nos postos de saúde e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) devido a ausência desses profissionais.

Com informações do CN7

Notícias Relacionadas