Carlos Lupi sofre pressão de deputados do PDT para que Ciro renuncie a candidatura

A candidatura de Ciro Gomes (PDT) ao Palácio do Planalto não têm evoluído e está causando preocupação em uma ala dos deputados federais do PDT. Dos 25 parlamentares, 15 defendem a renúncia da candidatura do ex-ministro. Caso isso aconteça, o partido deve apoiar o ex-presidente Lula (PT) nas eleições de 2022.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, têm sofrido com as pressões pela desistência de Ciro Gomes. No entanto, o presidente da legenda não se mostra favorável à ideia e garante que o ex-governador do Ceará será o representante do partido na corrida presidencial neste ano.

Apesar do discurso de Carlos Lupi, nos bastidores nem PDT e nem o PT acreditam que Ciro concorrerá ao Planalto. O irmão do ex-ministro, senador Cid Gomes (PDT), por exemplo, prometeu apoio ao ex-presidente Lula no 2º turno das eleições.

Com informações do CN7

Notícias Relacionadas